#culturagerafuturo

In-Edit Brasil completa uma década com boom de produções

por admin | 5 de junho de 2018 | Notícias

Consolidada como um porto seguro para as produções de documentários musicais, mostra bateu recorde de títulos inscritos este ano

Nesta quarta-feira (6), a sessão gratuita do documentário Onde Está Você, João Gilberto?, do diretor franco-suíço Georges Gachot, abre a 10ª edição do In-Edit Brasil, Festival Internacional do Documentário Musical. O evento, aberto ao público, ocorre em São Paulo, de 7 a 17 de junho, e deve reunir de 18 a 20 mil espectadores.

Além das mostras e competições, a programação inclui atividades paralelas com shows, encontros com diretores, cursos, lançamento de livro, feira de vinil e sessão ao ar livre do clássico Stop Making Sense (que documenta uma performance ao vivo do grupo Talking Heads), em 17 de junho, na Cinemateca Brasileira.

Marcelo Aliche, diretor-artístico do IN-Edit Brasil, explica que, ao longo de dez anos, o festival se consolidou “como um porto seguro das produções de documentários musicais”. “É muito bacana para o festival e para a indústria do cinema musical do Brasil. Recuperamos e revelamos novos artistas”, defende Aliche.

Neste ano, a edição brasileira do festival bateu recorde de inscrições com 140 filmes, dos quais 32 foram selecionados para compor a programação nacional. “Pela primeira vez, teve um boom gigantesco de inscrições de documentários musicais. Fizemos uma programação brasileira de muita qualidade”, adianta.

Entre os selecionados, constam algumas produções em première nacional, casos de Som, Sol & Surf – Saquarema, de Hélio Pitanga, Arthur Moreira Lima: um Piano para Todos, de Marcelo Mazuras, e Dê Lembranças a Todos – Dorival Caymmi, de Fabio Di Fiore e Thiago Di Fiore.

No Panorama Internacional, serão exibidos 15 títulos de diversos países –
Polônia, Honduras, Jamaica, México, Tunísia, Dinamarca, Portugal, França e Suíça, entre eles. Os filmes abordam artistas cultuados, como Grace Jones, George Michael, Lynyrd Skynyrd, GG Allin, H.R (Bad Brains) e XTC, sendo a maioria produções inéditas no Brasil e sem previsão de estreia no circuito comercial.

Para Aliche, fomentar o setor musical é fundamental para o País e para a indústria, pois faz girar duas rodas da economia. “Há milhões de profissionais que trabalham em volta do cinema e da música. Há montadores, iluminadores… Estamos aqui para dar mais voz a esses profissionais”, afirma.

Homenageado brasilianista

O grande homenageado do evento neste ano é Georges Gachot. O documentário da abertura, Onde Está Você, João Gilberto?, é baseado no livro HO-BA-LA-LÁ – À Procura de João Gilberto, do escritor alemão Marc Fischer. Nele, o diretor franco-suíço decide seguir os passos do autor para realizar o sonho de ambos: encontrar João Gilberto e ouvi-lo cantar a canção “Ho-ba-la-lá”.

A homenagem inclui ainda a exibição dos títulos “brasileiros” do diretor, como Maria Bethânia: Música É Perfume, Rio Sonata, e O Samba, além de uma aula com o próprio Gachot no próximo sábado (9), às 18h, no Unibes Cultural.

Confira a programação completa: http://www.in-edit-brasil.com/events