#culturagerafuturo

MicBR é grande oportunidade para empreendedores criativos

por admin | 28 de Maio de 2018 | Notícias

Megaevento de negócios, que ocorrerá em novembro, focará em capacitação, aumento das exportações e trocas de experiências

O Mercado de Indústrias Criativas do Brasil (MicBR) vai reunir, em São Paulo, milhares de artistas e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países, em especial os da América do Sul. Previsto para ocorrer entre 5 e 11 novembro, o megaevento oferecerá oportunidades para se fazer negócios, obter capacitação, aumentar exportações e trocar experiências.

A mineira Camila Rocha Magalhães pretende participar. Fundadora da marca Incomun, produz artigos femininos de moda e artesanais, como brincos, calçados, colares e roupas. Para ela, fazer parte do MicBR é uma forma de fazer negócios, além de se aproximar do setor. “A economia criativa é o futuro. Com o boom da internet, o artesanato, por exemplo, fica mais atraente porque oferece algo exclusivo”, completa.

Camila participou, em 2014 e em 2016, das duas edições do Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsul), evento exitoso que inspirou o MicBR. Além de trocar experiências, a empreendedora teve a chance em Bogotá de fechar participação em uma feira de artesanato colombiana. Após integrar o Micsul na Argentina, Camila garantiu negócios e ida ao Equador quatro vezes.

A empreendedora Wanda Gomes também se interessou pelo MicBR e, assim como Camila, participou das duas edições do Micsul. Ela é responsável pela empresa WG Produto, que fabrica materiais gráficos inclusivos com uso de tecnologia brasileira inovadora.

“Para mim, o principal benefício foi tornar esse trabalho conhecido para os outros países participantes do evento e ainda termos o contato das empresas, museus e centros culturais que se interessaram”, diz. “Precisamos firmar mais desenvolvedores dessa tecnologia e baixar o preço. Mas é só com maior divulgação que vamos conseguir”, completa.

Wanda explica que o MicBR será também a possibilidade de aumentar exportações e aconselha os novatos: “Não percam a oportunidade e cheguem preparados. O mercado na América do Sul é interessantíssimo e precisamos olhar para ele”.

MicBR
O megaevento reunirá cerca de 500 empresas e aproximadamente 100 compradores internacionais. Na programação constam rodadas de negócios (em que produtores e compradores ficam frente a frente), espaços para a troca de contatos profissionais (networking), oportunidades de apresentação de produtos e serviços (pitchings), além de atividades de capacitação para empreendedores, como palestras, seminários, oficinas e clínicas de mentoria. Apresentações artístico-comerciais (showcases) de música, artes cênicas, moda e gastronomia também fazem parte da programação. A expectativa é de que o MicBR movimente mais de US$ 10 milhões em negócios.

Edital: inscrições até 27 de junho
Até 180 representantes brasileiros receberão apoio para participar do evento: 80 com produção cultural já consolidada (experientes) e 100 novos empreendedores (iniciantes). O edital prevê dez vagas por setor para empreendedores experientes e outras dez por setor, para iniciantes.

Dos países que confirmaram presença, três já lançaram edital: Argentina, Chile e Colômbia, sendo que Argentina e Chile concluíram a seleção. Virão 70 empreendedores argentinos e 47 chilenos. A Colômbia avança na fase de avaliação de propostas, enquanto os demais países estão no processo de lançamento das convocatórias, como é o caso do Brasil.

Mais informações: http://micbr.cultura.gov.br

Wanda Gomes participou do Micsul em Bogotá e apresentou o trabalho para representantes dos países participantes do evento